terça-feira, 30 de agosto de 2011

O VALOR DAS COISAS




João 1.1,2
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós.

Qual o valor das coisas para você?
Qual o valor da sua vida? O que você prioriza hoje? Será que prioriza o eterno ao invés do mortal? Será que o amor vem acima de tudo em sua vida? Ou o ódio se apresenta  mais vezes nas 24h de seu dia do que mesmo o amor, a misericórdia e a humildade?

A grande massa mundial prioriza e aprecia sempre o passageiro, eles amam o DEVIR, eles amam a historia e vivem por ela e para ela, eles amam a projeção do futuro, vivem por causa dessa projeção, eles passam por cima uns dos outros, pisam nas pessoas por boas colocações no mercado de trabalho, afim de construir um futuro.

Meu Deus, até quando as pessoas enganar-se-ão dando valor aquilo que não merece valor algum?

Perceba, existe algo mortal em você, o corpo, e as pessoas consideram seu corpo como se fosse tudo na vida, e é por isso que as academias estão cheias, é por isso que as clinicas estéticas estão com suas agendas lotadas, pelo falso amor, pela ilusão desse amor ao mortal.

Mas esse amor ao passageiro não é de hoje que vem sido alimentado não, é desde a época de Jesus. Os Judeus esperavam o Messias, mas não nos moldes de Jesus, eles queriam um Messias, grande e poderoso político, que os tirassem da escravidão e tornasse Israel a nação suprema sobre todas as nações, ou seja, eles queriam que o meio externo que era de opressão, que lhes dava angustia interna, fosse mudado e conseqüentemente o interior ficasse em paz... Mas Jesus, o Cristo, fez o completo inverso, ele veio como alguém simples pregando o amor e dizendo que se o interno não for mudado, mesmo que o externo mude, o interno ainda assim não pode transformar-se, isso vai ser apenas mais um devir, mais uma moção, o interno dependendo do meio externo para obter a “paz”.

Jesus dava o devido valor as coisas, ele expressa bem isso quando faz uma assertiva em Mateus capitulo 10, quando escolhe os 12 discípulos. E uma dessas assertivas mais objetivas é: “Quem ama pai e mãe, filho ou filha, mais do que a mim não é digno de mim. E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.

Jesus Cristo fala das duas coisas mais valiosas para o ser humano, os pais e os filhos, e Ele dá o devido valor que eles tem que ter, o valor deles tem que estar abaixo do amor a Deus e sua obra.

Será que hoje já parastes para analisar sobre tal assunto, e se perguntar, a que estou priorizando na minha vida, o mortal ou o imortal? O corpo ou o espírito? O mundo ou a Deus?

Gleilson Alves

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A MARGINALIZAÇÃO DAS PALAVRAS


As pessoas utilizam as palavras cada uma ao seu bel prazer. Umas para a vida e outras para a morte... O mestre nos fala sobre isso também quando ele se refere às palavras dizendo: “A letra(palavra) mata, mas o espírito(ser) vivifica...”

Algumas pessoas com seus raciocínios lógicos formam frases a fim de explicar algo que não pode ser explicado apenas com um raciocínio feito, é necessário mais do que isso, é preciso um esforço maior para a iluminação acerca das coisas, é necessário estarmos no estado de presença(aqui/agora).

O humano costuma usar as palavras como modo de defesa, como ofensas, como modo de conquista e de coação. Na verdade a palavra só é necessária em um único quesito, na socialização do homem e nada mais. O homem tem que passar por um processo em sua existência aqui na terra, ele tem que primeiro conhecer a lei(palavra), depois vem a transformação que é a graça(Jesus), depois que o homem é transformado nada mais lhe é necessário, porque ele vive fora do corpo, em espírito, apenas observando e discernindo o cosmos.

Perceba que mesmo nos tempos de Jesus os religiosos de sua época gostavam das palavras e se identificavam com ela, mas essa palavra que eles se identificaram nunca lhes proporcionou vida, e por isso o mestre disse: “Raça de víboras! Como podeis falar coisas boas sendo vós maus?”... Palavras são apenas palavras, apenas um método de comunicação humana, não é a verdade, é apenas um meio por onde temos que passar, mas apenas passar e não ficar.

Hoje o homem marginaliza as palavras, oferecendo-lhe um valor ao qual ela não tem. Dando a Cesar o que é de Deus e de Cesar também.

Note que Jesus não precisava de palavras para discernir uma pessoa, ele simplesmente sabia através da observação, ele já tinha passado da fase das palavras, ele estava nos céus(estado de presença).

Gleilson Alves

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Agradecimentos



Agradeço a Edson Carmo pelo selo concedido e pelo reconhecimento...
Peço perdão a todos pelo o tempo sem novos textos, mas estou voltando a ativa.

Grato,

Gleilson Alves
Discipulo

quinta-feira, 23 de junho de 2011

OS TRÊS MUNDOS




Bom, a religião dos dias de hoje diz o seguinte:
Temos que ir para o céu?

Mas existe uma indagação que ressoa no universo...
NÓS VAMOS PARA OS CÉUS, OU TEMOS QUE VIVER NOS CÉUS?

Uma coisa difícil de responder sem ter o discernimento do Espírito a seu favor, mas a resposta é simples.

Existem três mundos, ou seja, três dimensões distintas que se completam formando um todo.

A 1ª dimensão é a do VENTRE.
Quando estamos sendo gerados dentro do ventre de nossa mãe, a dimensão é completamente inversa a que nos encontramos hoje, nessa dimensão nos alimentamos diferente, nos comportamos diferente, nos comunicamos diferente, e o nosso desenvolvimento é extremamente acelerado, ou seja, em 9 meses crescemos de 10mm a 90cm numa velocidade que se continuássemos assim nessa nossa dimensão atual, desfaleceríamos com apenas 10 anos de idade.

A 2ª dimensão é a do MUNDO TERRA.
Quando passamos pela experiência de estarmos na 1ª dimensão, vem à continuidade do processo natural do homem, rompendo a barreira que o prendia na 1ª dimensão, e nas mesmas condições físicas e mentais que ele foi mantido na 1ª dimensão, ele passará para a 2ª dimensão, que é a do MUNDO TERRA.  Agora nessa dimensão, que nossa mente nos engana dizendo que é tudo que temos, e que depois daqui não nos resta nada, somos o que Deus chamou de sua imagem e semelhança no manifesto. É nessa dimensão que é gerado em nós uma arma mortal para a nossa essência, a mente. A mente foi criada no ser humano para que ele chamasse-a de EU... EU estou com raiva; Eu temos fome; Eu sou assim...
Isso foi nos dado pelo inimigo de nossas almas para que pudéssemos nos perder de nós mesmos como imagem de Deus, como perfeitos.
Mas, assim como no processo de sairmos da 1ª dimensão para a 2ª dimensão foi de estarmos num estado na 1ª e continuarmos no mesmo estado na 2ª, assim será da 2ª dimensão para o ponto ômega de nosso caminho, a 3ª dimensão.

A 3ª dimensão é a da ETERNIDADE.
Na verdade, essa nomenclatura de 1ª, 2ª e 3ª dimensões são apenas figuras de linguagem para podermos visualizar melhor como temos que caminhar.
Nós só podemos alcançar os céus se estivermos nos céus aqui e agora.
Quando saímos do VENTRE e passamos para o MUNDO TERRA, permanecemos da mesma forma que estávamos lá dentro do útero, ou seja, se éramos cegos no mundo VENTRE continuamos cegos no MUNDO TERRA, se éramos paraplégicos no VENTRE, passamos para a dimensão seguinte paraplégicos.
Agora, quando estamos em pecado no MUNDO TERRA, será que passaremos para a 3ª dimensão que é a ETERNIDADE com vida ou mortos?
Quando observamos bem as assertivas de Cristo ele sempre fala com verbos no presente, no aqui e agora, ele nos da uma IDÉIA, que em grego é LOGOS em JOÃO 1, e que é o próprio Deus, de que temos que estarmos nos céus para irmos para os céus.

Mas na 3ª dimensão existem duas possibilidades, MORTE ETERNA ou VIDA ETERNA... Para alcançarmos os céus (VIDA ETERNA), temos que estar nós céus agora.
Mas, fica a pergunta:

Será que quando rompermos a barreira que nos liga a esse mundo, ou seja, a morte, estaremos em que condição? Será que estaremos nos céus para irmos para os céus, ou não?”

Gleilson Alves

terça-feira, 24 de maio de 2011

DEUS ACIMA DE TUDO!


A vida sempre nos mostra que somos dependentes integrais de Deus, o Criador do universo.

Observe, não podemos viver sem o sopro de vida, com isso somos dependentes do sopro divino de Deus.

Mas o mundo vive achando que pode alguma coisa, acha que tudo que tem foi conseguido através de suas próprias forças. Na verdade, isso não passa de um verdadeiro engano...

Tudo gira em torno de uma única idéia: A SUPREMACIA DE DEUS SOBRE TUDO!
A ciência apenas sobrevive por causa da dúvida, A ciência é baseada na idéia da dúvida, e quanto maior a dúvida, maior a magnitude da resposta.

Mas, mesmo a ciência, ela reconhece que não consegue analisar a magnitude de Deus.

Observe, quando começamos a praticar esportes, a nossa desenvoltura no esporte, depende do fôlego de vida.

A psicologia diz o seguinte: “ Conseguimos estudar a mente Crística só apenas a certo ponto, somente até onde a duvida sobrevive, mas quando entramos na área da fé, isso é maior que a ciência pode alcançar.”

Resumindo:

“Você caminha 50 metros, suas forças andam apenas 10 metros, os outros 40 depende da vida, depende de Deus em sua vida!”

NUNCA ACHE QUE DEUS É MENOS DO QUE VOCÊ...
DEUS É TUDO, INCLUSIVE, O OXIGÊNIO.
DEIXE ELE AGIR, E NÃO SE CANSARÁ!

Gleilson Alves

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Onde está a recompensa?


Em Mateus 5: 1-12, vemos Jesus iniciando um sermão e falando sobre beatitudes, ou bem aventuranças... Ele segue falando uma série de conceitos, ao ver social, pobres e miseráveis, mas que, em afirmação do próprio mestre, nos conduzem a uma inestimável recompensa.

Mas, onde estão às tais recompensas faladas por Jesus em seu sermão?

Na verdade, essa é uma pergunta que muitas pessoas se fazem ao longo da vida de Cristão:
“Porque Deus permite que eu passe por tudo isso?”

O que as pessoas ainda não entendem é que, a perfeição só vem por meio do sofrimento, e Jesus disse: “Sede santo porque sou Santo!”

Em Hebreus 2. 9-18, vemos que o apóstolo Paulo escreve uma carta aos Hebreus citando tal coisa. Ele enfatiza a humanidade de Cristo, fale do que Cristo sentia, e que ele não tinha nada de diferente de seus irmãos, nós.

Os assim chamados cristãos dos dias de hoje, mistificam a Cristo quanto ser terreno, e uma das grandes mentiras pregadas, infelizmente, nos púlpitos de igreja é a seguinte frase: “Ninguém é perfeito...”. Isso é cuspir na cara do criador... Isso é você olhar para Deus e chamá-lo de incompetente, é dizer que ele não tem nem a capacidade de fazer míseros seres humanos perfeitos... Falar isso é duvidar da própria perfeição do criador dos céus e da terra.

Não posso publicar algo que fuja da verdade de Cristo, que diz que temos que seguir suas pisaduras. Então seguir a Cristo é também sofrer por Ele. Isso fica bem claro no versículo 11 do capitulo 5 de Mateus que diz:

“Bem aventurados serão vocês quando, por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês.”

Jesus em seu sermão nos promete recompensas pela nossa demonstração de amor para com Ele, mas essas recompensas não competem ao tempo chamado hoje, e sim ao tempo chamado eternidade. Isso não é mistério de Deus revelado, é apenas uma observação atenta das escrituras sagradas... Quando Jesus fala das beatitudes, ele só usa os verbos no futuro: SERÃO, RECEBERÃO, OBTERÃO, etc. No versículo seguinte, no versículo 12 do mesmo capítulo ele diz:

“Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos CÉUS, pois da mesma forma perseguiram os profetas antes de vocês.”

As bem aventuranças de Deus para as nossas vidas é uma promessa que apenas se cumprirá quando formos ter com o Pai. Alegrem-se pelas provas e tribulações desta vida, porque quando forem perfeitos, aquilo que vocês conhecem como paz, será pouco comparado a eternidade ao lado de Jesus.

Gleilson Alves

quinta-feira, 12 de maio de 2011

O AMOR NÃO COMPREENDIDO DE DEUS


Falando de amor, vem-nos a cabeça uma utopia, um sentimento, uma sensação, um modo de agir, na verdade em resumo vem um ensinamento grego do que é o amor, e até mesmo confundindo com o amor de Deus.

No livro de JÓ, nos capítulos 1 e 2, vemos o amor de Deus para com um servo Jó que era íntegro, fiel, que temia a Deus, e que se desviava do mal. Mas mesmo assim, todas as assim chamadas atrocidades foram delegadas por Deus para que acontecessem na vida de seu filho, e vale ressaltar, Deus falou que não tinha um sobre a face da terra semelhante a Jó. Isso é amor? Sim, isso sim é amor! Deus nos proporciona situações nas nossas vidas para podermos crescer e amadurecer no entendimento e na graça D’Ele. Jó venceu, mostrou que era um bom filho, e lhe foi restituído tudo 2 vezes mais.

No livro de Êxodos, vemos o amor de Deus para com o seu povo, tirando-o da escravidão do Egito e colocando-os a caminho de Canaã, a terra que manava leite e mel. Israel obteve a misericórdia de Deus, mas não a aproveitou devidamente, e no livro de Deuteronômio, nos capítulos 1, 2 e 3, vamos ver que por causa de seu pecado, e para que Deus pudesse preservar a sua própria palavra que diz: “Tudo aquilo que plantares, certamente colherás...” , o povo daquela geração que saiu do Egito, não entraria na terra prometida, com a exceção de Josué e Caleb... Nem mesmo o próprio Moises foi poupado de tal castigo, Deus apenas deixou que ele visse a terra prometida de longe. Isso é amor? Sim, isso sim é amor! Deus não tem comunhão com o pecado, Ele nos proporciona tais situações para podermos tirar uma lição de vida, e para podermos voltar ao Seu caminho. No fim, a salvação de Moises foi preservada com aquela atitude.

Muitas pessoas acham que amor é bajulação, passar a mão sobre erros, deixar pra lá...
Deus deixa pra lá os nossos erros só quando nos ARREPENDEMOS, mas até nisso o povo peca por não saber o que é ARREPENDIMENTO... ARREPENDER é perder aquilo que outrora tínhamos, não é deixar o pecado sobre controle, na coleira... É matá-lo. Uma vez morto, o pecado não pode reviver, porque só quem tem o poder da ressurreição é Deus, e ele jamais vai comungar com o pecado, a ponto de ressuscitá-lo no homem.

Amar não é nada daquilo que a grande massa pensa, mas é aquilo que Deus nos revela, todos os dias em suas escrituras e em nossas vidas.

Deus é amor, o amor segundo, 1 Corintios 13, que é completamente oposto aquilo que somos doutrinados desde o berço.

Então fica a pergunta, você consegue compreender o amor de Deus?

Gleilson Alves

terça-feira, 10 de maio de 2011

AS TRÊS TOMADAS


O ser humano, na sua composição real, é tricotômico, ou seja, composto de corpo, alma e espírito. São três que formam um todo.
Nós somos o único ser que, durante nosso amadurecimento, podemos nos ligar a três tomadas diferentes... A tomada CARNAL, a tomada MENTAL e a tomada ESPIRITUAL.

Quando nascemos, existe em nós algo que Jesus dá como perfil de quem tem direito ao Céu, a inocência. Nesse estágio, estamos diretamente ligados a tomada ESPIRITUAL.

Mas com o passar do tempo, a sociedade tira a pureza daquele ser, colocando-o numa condição sub-humana. Ela nos mostra os prazeres, as satisfações os desejos... Nesse estágio somos ligados a tomada CARNAL.

Quando entramos numa fase de entendimento e discernimento das coisas, e começamos a questionar tudo, inclusive a Deus, entramos num estágio onde estamos ligados a tomada MENTAL.

Mas, e agora? Esse é o fim? Ficamos agora ligados a tomada MENTAL até a hora de nossa morte?

Não. O caminho a ser trilhado, ao contrário do que as pessoas pensam, é de retrocesso, é de voltar atrás, é de encontrar de novo o 1º estágio de nossa vida... Ser CARNAL é terrível, não somos mais do que meros animais, apenas atrás de satisfazer nossos desejos e prazeres.
Ser MENTAL é depreciável, questionar uma coisa para obter a verdade é bom, mas do que vale só sabermos a verdade? Temos que nos misturar com ela, temos que ser um só com ela, temos que colocar ela na nossa existência. O nosso alvo é de sermos ESPIRITUAIS, sendo assim, voltamos ao Éden de Deus, voltamos a inocência, não deixando de discernir o bem e o mal, mas estando acima deles, não nos misturando com a mente, mas sendo senhor dela...
Estar ligado na tomada ESPIRITUAL é estar ligado direto com o criador do universo, é ser co-participante do poder de Deus.

Gleilson alves

quarta-feira, 20 de abril de 2011

A vida depois da morte



Algumas pessoas falam de vida após a morte, tentam explicar, especulam loucuras... Mas o que essas pessoas não percebem é que, já estão mortas.

Os homicídios são causados por pessoas mortas, os suicídios são apenas uma manifestação de pessoas já mortas, os estupros são uma clara evidencia de ausência de vida naquele corpo.

A população mundial, em sua grande maioria, está morta. Não são seres humanos, são apenas humanos, são apenas matéria.

As pessoas falam e criam poemas em cima de uma vida que não se manifesta na existencialidade, uma vida que não existe, e Jesus deixou isso bem claro dizendo:

Eu sou o caminho a verdade e a vida, e ninguém vem ao pai senão por mim.” João 14.6

Jesus falou e reafirmou que não existe pessoas vivas nesse mundo de pecado, apenas cadáveres que andam e se comunicam.

Existe vida após a morte sim, mas apenas através de Jesus, e é por isso que temos que retornar ao que éramos. Temos que transcender esse estado de morte que estamos e passarmos a realmente ter vida.

Na verdade as pessoas se enganam de várias formas, uma dela é dizer que o caminho para Jesus é em frente sempre, mas na verdade Jesus nos convida a retrocedermos, a voltarmos às origens, sermos como Adão era antes de cair no pecado.

Existe então um processo de vida para seguirmos, ensinado a mais de 2000 anos por Jesus Cristo. Ele diz que: Para que tenham vida é preciso primeiro morrer, morrer com os nossos conceitos e com o nosso entendimento das coisas, depois temos que aceitar a Jesus como único e suficiente salvador, aceitar através da fé, e por último temos que ser semelhantes a Jesus em tudo, atitudes, conceitos, modo de vida etc.

Algumas pessoas até sabem desse processo que é tão simples, mas só pelo fato de desconstruir seus conceitos, aquele aprendidos desde a infância, isso é o que ninguém quer e fica por isso mesmo, a morte para a grande maioria é mais atraente do que a vida, e preferem se enganar com aquilo que acham que é a verdade.

A legítima verdade não precisa que eu acredite nela para ela ser verdade, ele sempre vai ser verdade acreditando nela ou não, mas o engano e a mentira precisão do meu credo para se tornar verdade, e é essa a morte mundial, ACREDITAR NAQUILO QUE NÃO É LEGÍTIMO.

Gleilson Alves

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Comunidade INDO


Tenho alguns seguidores que sempre me perguntam:
"Qual o significados do nome do ministério ao qual você pertence?"

Hoje estarei dando uma explanação sobre o que significa o nome COMUNIDADE INDO.

Desde a nossa criação, Deus nos quer colocar num lugar de glória e honra, onde possamos estar ao lado D'Ele.
Mas o ser humano sempre consegui algo para a sua auto-destruição. (Já observaram que, o ser humano, sempre consegui alguma maneira nova de se destruir? Drogas, Prostituição, Suicidio, Chacinas...)

O homem conseguiu pra si mesmo, com suas próprias pernas a morte eterna. Mas Deus é amoroso e fiel, então ele nos deu Jesus, o cordeiro imaculado que tirou o pecado do mundo, e Ele nos deu a chance de alcançarmos novamente a Vida, e tê-la novamente em abundância.

Jesus antes em seus ensinamentos, e mesmo nos ensinamentos dos apóstolos, é muito sitado o ponto COMUNHÃO, que tem a mesma raiz da palavra COMUNIDADE, que é COMUNA, que quer dizer: "Um viver em função do outro."... Isso era chamado por Jesus de AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO.

Antes de Jesus voltar a destra do Pai, ele nos deixou um mandamento... Percebam, é um mandamento e não uma idéia.

TRADUÇÃO DO GREGO KOINÊ
"E disse-lhes: INDO por todo mundo, preguem o evangelho a toda criatura."

Então, COMUNIDADE INDO não nada mais além de um cumprimento de uma ordem, sendo executada com amor ao próximo.

Eis ai a explicação de nossa entitulação. Espero que isso possa causar um despertar na vida das pessoas, e que transformações possam acontecer através do INDO do Senhor.

Graça e paz a todos!

Gleilson Alves

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Selo de Reconhecimento


Agradecimentos ao Blog http://edsoncarmo-amor.blogpot.com pelo reconhecimento de nosso trabalho.

Esse selo é conferido aos blogs de popularidade: blogs que atingirem a aceitação do público. O selo foi criado com a intenção de promover o reconhecimento por um trabalho que agrega valor à Web.

É importante que quem receba o “Selo Blog Pop” e o aceite, siga algumas regras:

1. Exibi-lo no blog;
2. Apontar o blog pelo qual recebeu o selo;
3. Escolher outros blogs a quem deve oferecer o “Selo Blog Pop”

Eis os blogs que escolhi:

http://comunidadeindo.blogspot.com/
http://mulheresindo.blogspot.com/
http://escoladesignificados.blogspot.com/
http://nucleodjovens.blogspot.com/
http://projetoindoce.blogspot.com/
http://projetoindo.blogspot.com/

http://almadarkangel.blogspot.com/
http://lumynart.blogspot.com/

Grato a todos.

Gleilson Alves

quarta-feira, 30 de março de 2011

A supremacia do SER e a irrelevância do TER


Quando falamos sobre o evangelho de Cristo, entramos num assunto que as pessoas não conhecem de verdade, apenas acreditam.

SER é conhecer, se misturar, fazer parte do universo, se tornar nada para que tudo possa ser inserido no nada.
TER é acreditar, é apenas olhar pra multidão e dizer que existe pessoas ali, é orbitar Deus.

Existe um parábola que diz o seguinte:

Existia um grupo de mariposas vivendo em um determinado lugar. Esse grupo de mariposas chegou para sua rainha e lhe perguntou: "Rainha, porque nós temos atração pela luz? Porque todas as vezes que chegamos perto de uma lâmpada ou de uma chama de uma vela somos atraídos?"
Então a rainha pensou, ponderou e disse: "Olha, eu não sei porque somos atraídos pela luz, vocês vão ter que descobrir por vocês mesmas!" Então as mariposas saíram em busca da resposta.
Tempos depois voltou uma mariposa quase cega de um olho, e falou para a rainha: "Rainha, cheguei tão perto da luminosidade de uma lâmpada incandescente, que fiquei quase cega de um olho, mas ainda não sei o segredo."
Depois disso, passado mais um tempo, veio outra mariposa com uma asa queimada, e disse para a rainha: "Rainha, cheguei tão perto da chama de uma lamparina, que queimou minha asa, mas ainda não descobri o segredo de nossa atração."
Muito tempo depois, as mariposas e a rainha tiveram a noticia de que uma terceira mariposa vou de encontro a uma chama de uma vela, e morreu.
A rainha, após receber a noticia que uma das mariposas tinha morrido, ponderou muito e chamou novamente todas e disse: "Dentre todas nós que saímos em busca da verdade, apenas uma conseguiu obter a resposta... Aquela que entregou a própria por causa da verdade.


Todos somos atraídos por Deus, mas apenas TEMOS essa atração, que, por medo, nos faz apenas orbita-lo .
Deus quer que SEJAMOS semelhantes a Ele. Deus nos mostra como. Apenas morrendo para nós mesmos, em nossos conceitos, em nosso entendimento humano, em nossos sentimentos e sensações, podemos alcançar o PERFEITO.

O TER é irrelevante, mas o SER, que é se misturar, que é entrar dentro, é mais que importante, é a própria vida.

Gleilson Alves